site de poesias coligidas de
F E R N A N D O   P E S S O A
http://www.fpessoa.com.ar

<<Voltar-Volver>>


A Neve
A neve pôs uma toalha calada sobre tudo.
Não se sente senão o que se passa dentro de casa.
Embrulho-me num cobertor e não penso sequer em pensar.
Sinto um gozo de animal e vagamente penso,
E adormeço sem menos utilidade que todas as ações do mundo.
La nieve puso una toalla callada sobre todo.
No se siente sino lo que pasa dentro de la casa.
Me envuelvo en un cobertor y no pienso siquiera en pensar.
Siento un goce de animal y vágamente pienso,
Y adormezco sin menos utilidad que todas las acciones del mundo.
Poemas Inconjuntos
Alberto Caeiro

©2004-12-05 by Sebastián Santisi, all rights reserved.


<<Voltar-Volver>>


la-nutria.com.ar