site de poesias coligidas de
F E R N A N D O   P E S S O A
http://www.fpessoa.com.ar

<<Voltar-Volver>>


Todas As Opinões
Todas as opiniões que há sobre a Natureza
Nunca fizeram crescer uma erva ou nascer uma flor.
Toda a sabedoria a respeito das cousas
Nunca foi cousa em que pudesse pegar como nas cousas;
Se a ciência quer ser verdadeira,
Que ciência mais verdadeira que a das cousas sem ciência?

Fecho os olhos e a terra dura sobre que me deito
Tem uma realidade tão real que até as minhas costas a sentem.
Não preciso de raciocínio onde tenho espáduas.
Todas las opiniones que hay sobre la Naturaleza
Nunca hicieron crecer una hierba o nacer una flor.
Toda la sabiduría al respecto de las cosas
Nunca fue cosa que pudiera tomar como las cosas;
Si la ciencia quiere ser verdadera,
¿Qué ciencia más verdadera que la de las cosas sin ciencia?

Cierro los ojos y la tierra dura sobre la que me dejo
Tiene una realidad tan real que hasta mi dorso la siente.
No preciso de raciocinio donde tengo espaldas.
Poemas Inconjuntos
Alberto Caeiro
29-5-1918

©2004-12-13 by Sebastián Santisi, all rights reserved.


<<Voltar-Volver>>


www.fpessoa.com.ar