site de poesias coligidas de
F E R N A N D O   P E S S O A
http://www.fpessoa.com.ar

<<Voltar-Volver>>


Acordo De Noite
Acordo de noite subitamente,
E o meu relógio ocupa a noite toda.
Não sinto a Natureza lá fora.
O meu quarto é uma cousa escura com paredes vagamente brancas.
Lá fora há um sossego como se nada existisse.
Só o relógio prossegue o seu ruído.
E esta pequena cousa de engrenagens que está em cima da minha mesa
Abafa toda a existência da terra e do céu...
Quase que me perco a pensar o que isto significa,
Mas estaco, e sinto-me sorrir na noite com os cantos da boca
Porque a única cousa que o meu relógio simboliza ou significa
Enchendo com a sua pequenez a noite enorme
É a curiosa sensação de encher a noite enorme
Com a sua pequenez...
Despierto de noche subitamente,
Y mi reloj ocupa toda la noche.
No siento la Naturaleza allá afuera.
Mi cuarto es una cosa oscura con paredes vágamente blancas.
Allá afuera hay un sosiego como si nada existiera.
Sólo el reloj prosigue su ruido.
Y esta pequeña cosa de engranajes que está encima de mi mesa
Sofoca toda la existencia de la tierra y del cielo...
Casi que me pierdo a pensar en lo que esto significa,
Pero estaco, y síentome sonreir en la noche con los cantos de la boca
Porque la única cosa que mi reloj simboliza o significa
Llenando con su pequeñez la noche enorme
Es la curiosa sensación de llenar la noche enorme
Con su pequeñez...
O Guardador De Rebanhos
Alberto Caeiro
07-05-1914

©2004-12-27 by Sebastián Santisi, all rights reserved.


<<Voltar-Volver>>


la-nutria.com.ar